Para realização de atividades em altura todo profissional deve ter uma boa preparação física, técnica e psicológica, para que as atividades sejam executadas corretamente, e para que o trabalhador esteja apto e preparado para execução das atividades com toda segurança. Vamos ver abaixo uma descrição mais completa sobre esses três fatores.

Aspectos Físicos

– É recomendado que o profissional envolvido com atividades em altura pratique atividades físicas regularmente. Seja praticando corrida ou caminhada, esportes como futebol, natação, escalada, etc, ou frequentando academia.

– Realizar alongamentos antes de executar qualquer serviço pode ajudar a musculatura e o corpo a se preparar melhor.

– Não faça uso de drogas e álcool, é preciso que o trabalhador tenha todos os sentidos funcionamento muito bem na hora de trabalhar.

– Os exames clínicos periódicos devem estar em dia, como eletrocardiograma, eletroencefalograma, labirintite e outros.

Aspectos Psicológicos

– É recomendado que todos os trabalhadores realizem um exame psicológico completo, para temperamento, distúrbios de comportamento, acrofobia (medo excessivo de altura), dentre outros. O trabalhador precisa estar bem preparado psicologicamente para atividades em altura em prol da sua segurança e de toda equipe.

Aspectos Técnicos

– Através de treinamentos específicos e palestras o profissional pode aprimorar ainda mais suas habilidades se tornando assim mais capacitado. É recomendado que o profissional já certificado realize o curso de reciclagem antes do período de 18 meses.

Condições para Trabalho em Altura

Fatores Adversos

Medo: É natural e necessário para a sobrevivência do ser humano sentir medo, até certo ponto. O medo age no sistema nervoso e funciona como um freio que impede o excesso de confiança e à audácia. Só que em alguns casos, para as pessoas que tem medo excessivo (acrofobia), a atividade em altura pode ser prejudicada, atrapalhando o desempenho do trabalhador. Sendo assim, a situação ideal é o controle do medo e o respeito aos possíveis riscos.

Excesso: Algumas pessoas podem pensar que o funcionário ideal é aquele que não sente medo, porém estas pessoas podem ser ainda piores se tiverem excesso de confiança, pois essa pessoa sem medo ou respeito aos perigos das atividades em altura podem levar perigos a si própria e também aos colegas de trabalho. Quando o trabalhador perde o medo o trabalho em altura pode se tornar algo tranquilo e rotineiro, sem desafios, mas o perigo é justamente esse, o relaxamento, que em questão de tempo pode fazer com que acidentes aconteçam.

Lembre-se de ficar sempre atento e trabalhar com segurança, pois a sua vida é mais importante que qualquer atividade!

Realize o Treinamento NR35 conosco. Teremos o prazer em capacitá-lo.